programação

Cinco longas e uma mostra de curtas compõem a programação da MARÉ 2020. Longa de abertura, A jangada de Welles (2020) joga nova luz à mitológica passagem do cineasta Orson Welles no Brasil, em 1942. Em busca de uma poética própria, Petrus Cariry articula tradição e modernidade no Brasil de Getúlio Vargas para fazer uma meditação sobre o próprio cinema, o uso de arquivos analógicos e as possibilidades do cinema digital.

O pernambucano Beco (2019), de Camilo Cavalcante, revela o imaginário das almas embriagadas nos bares do bairro de Afogados, no Recife. Ao promover uma ecologia subjetiva das classes populares do Recife, o filme também olha para o abismo social brasileiro. Terceiro filme da nossa programação, Castelo de Terra (2020), de Oriane Descout, testemunha os esforços da diretora e seu companheiro, em viver de acordo com princípios da agroecologia que podem se tornar, em si, atos de resistência.

 

A produção indígena Yãmiyhex: as mulheres-espírito (2019) é uma experiência poderosa e única. Suas diretoras, Sueli e Isael Maxakali, constroem um olhar de dentro para um ritual ligado a uma mitologia bastante particular. A relação entre tradição e novos costumes e técnicas de criação também está na gênese de Virou Brasil (2019). Com direção dos jovens Pakea, Hajkaramykya, Arakurania, Petua, Arawtytaia, Sabiá e Paranya, o filme é a mais recente produção da ONG pernambucana Vídeo nas Aldeias, que encerra a programação de longas. Importante ressaltar que estes dois últimos filmes são falados em idiomas originários indígenas, e legendados em português.

Uma retrospectiva de curtas já exibidos em edições anteriores completa a programação, exceto por uma ótima novidade: o curta Yá, me conte histórias (2020), de Carine Fiúza, produzido na Paraíba, em busca de forças ancestrais durante a pandemia. Em parceria com a Secretaria de Meio Ambiente e Sustentabilidade do Recife, o programa de curtas será incorporado em atividades nas escolas da rede pública municipal.

 

Um abraço a todas e todos, com o desejo de ótimas sessões!

 

______

André Dib - Curador

terça, 8/12

18h - Abertura

 

José Neves (Secretário de Meio Ambiente e Sustentabilidade do Recife),

Rafael Buda (coordenador da MARÉ)

Sessão de abertura

"A jangada de Welles" (CE, 75’, 2020), de Petrus Cariry e Firmino Holanda

QUARTA, 9/12

 

16h - Encontro de Festivais de Cinema Ambiental

 

Chico Guariba (Ecofalante - SP)

Fellipe Redó (Cinema do Mar - RJ)

Marcelo Cordero (Festival Pachamama - AC)
Solange Arboleda (Rede Latino Americana de Cinema Ambiental / SescTV - SP)

nia Caju (Cine.Ema - ES)

Mediação: Rafael Buda (coordenador da MARÉ)

18h – Sessão Cidades e Conflitos

 

"Beco" (PE, 72’, 2019), de Camilo Cavalcante

QUINTA, 10/12

16h – Debate Cidades e Conflitos

 

Cida Pedrosa (advogada, ambientalista e escritora)

Camilo Cavalcante (cineasta, diretor de Beco)

Evelyne Labanca (analista de inovação do Sebrae)

Mediação: André Dib (curador da MARÉ)

18h – Sessão Ecossistemas e Biodiversidade

"Castelo de Terra" (MG / França, 95’, 2020), de Oriane Descout

SEXTA, 11/12

16h - Debate Ecossistemas e Biodiversidade

 

Alexandre Ramos (SEMAS - Secretaria Estadual de Meio Ambiente e Sustentabilidade)

Pamella Nogueira (consultora socioambiental)

Oriane Descout (cineasta, diretora de Castelos de Terra)

Mediação: Tiago Delácio (coordenador de programação da MARÉ)

18h – Sessão Povos e territórios

 

"Yãmīyhex: as mulheres-espírito" (MG, 76’, 2019), de Sueli Maxakali e Isael Maxakali

SÁBADO, 12/12

16h - Debate Povos e Territórios

 

Mãe Beth de Oxum (ialorixá, mestra do Coco de Umbigada e embaixadora de Matrizes Africanas no Brasil)

David Ramos (educador Social da ONG Cáritas - Regional Nordeste)

Graci Guarani (cineasta, produtora e educadora)

Mediação: Rafael Buda (coordenador da MARÉ)

18h - Filme de encerramento

 

"Virou Brasil" (PE, 91’, 2019), de Pakea, Hajkaramykya, Arakurania, Petua, Arawtyta'ia, Sabiá e Paranya

DOMINGO, 13/12

9h e 11h - Sessão presencial: Arena Arbor (Jardim Botânico do Recife)

 

disponível ONLINE durante toda a semana

 

Retrospectiva de curtas (70 min)

 

"Fazenda Rosa" (PE, 7’, 2017), Chia Beloto

"O malabarista" (GO, 11’, 2018), Iúri Moreno

"Enraizada" (PE, 8’, 2018), Tiago Delácio

"Exília" (PE, 24’, 2017), Renata Claus

"Viagem na chuva" (GO, 13’, 2014), Wesley Rodrigues

"Yá, me conte histórias" (PB, 8’, 2020), Carine Fiúza